sexta-feira, 29 de maio de 2009

Vinícius para crianças - “A Arca de Noé”

Este musical foi exibido na Rede Globo no ano 1980. Nesta época os programas direcionados para as crianças eram adequados à idade,  sensíveis e educativos. 

Data de exibição: 10/10/1980
Horário: 21h
Periodicidade: sexta-feira

- Apresentado na faixa de programação Sexta super, Vinícius para criança teve direção geral de Augusto César Vannucci, direção de Ewaldo Ruy e produção de Marny Elwis.

- O programa acabou conhecido pelo nome do disco infantil que serviu de inspiração para sua criação, A arca de Noé. O disco foi feito por Vinícius de Moraes pouco antes de sua morte, em 1980, e, para criá-lo, o poeta se baseou no livro homônimo que escreveu para seus filhos. O projeto de produzir o álbum, exclusivamente direcionado ao público infantil, era um sonho de Vinícius desde a década de 1970, mas somente se concretizou após sua morte, graças a Toquinho, Fernando Faro e Rogério Duprat, que produziram o álbum. Todas as músicas do disco são de autoria de Vinícius de Moraes, também responsável pela escolha dos cantores que as interpretam. No especial, permaneceram os mesmos arranjos e intérpretes das canções do LP – lançado pela gravadora Ariola no mesmo mês em que o programa foi ao ar.

- Vinícius para criança apresentava diferentes quadros com os artistas interpretando as canções de Vinícius de Moraes. Cada quadro recebia um tratamento especial. Para garantir um clima de alegria e descontração ao programa, não foi preparado nenhum script em especial, apenas um roteiro de orientação das gravações, criado por Ronaldo Bôscoli.

- As músicas, com arranjos do maestro Rogério Duprat, tiveram os seguintes intérpretes: A arca, Milton Nascimento e Chico Buarque de Hollanda; A porta, Fábio Jr.; A foca, Alceu Valença; A pulga, Bebel Gilberto; As abelhas, Moraes Moreira; O pato, MPB-4; São Francisco, Ney Matogrosso; O gato, Marina Lima; A casa, Boca Livre; Aula de piano, As Frenéticas e Martim Francisco; O relógio, Walter Franco; A corujinha, Elis Regina; e Menininha, Toquinho.

- Ao final do programa, Aretha despede-se do “poetinha” e uma foto de Vinícius de Moraes aparece na tela, congelada. Ao fundo, ouve-se sua voz, declamando versos de Poética I: “De manhã escureço/ De dia tardo/ De tarde anoiteço/ De noite ardo./ A oeste a morte/ Contra quem vivo/ Do sul cativo/ O este é meu norte./ Outros que contem/ Passo por passo:/ Eu morro ontem/ Nasço amanhã/Ando onde há espaço: Meu tempo é quando”.

- Aretha, filha da cantora Vanusa e do cantor Antonio Marcos, foi a apresentadora do programa. Com apenas seis anos de idade, a desenvoltura de Aretha foi outra agradável surpresa do infantil. Seu desempenho deu tão certo que ela apresentou A arca de Noé II, exibido pela TV Globo no ano seguinte, entre outras atrações infantis da emissora.


Produção:
- O cenógrafo Federico Padilla criou espaços amplos, montados no Teatro Fênix, no Rio de Janeiro, permitindo uma grande movimentação dos músicos e atores em cena. A equipe de cenografia também fazia uso de alguns efeitos, como o chromakey – recurso que permite que a imagem captada por uma câmera possa ser inserida sobre outra, criando-se a impressão de primeiro plano e fundo. Assim, era possível criar uma atmosfera lúdica, reforçando a poesia de Vinícius de Moraes.

- O programa teve figurinos de Olímpio Borges, arte de Elifas Andreato e animação de Stil.

- Vinícius para criança contou com a participação do balé da Rede Globo, coreografado por Juan Carlo Berardi.

- A abertura de Vinícius para criança mostrava Milton Nascimento cantando A arca, acompanhado por um coral infantil.


Curiosidades:
- O programa recebeu prêmios nacionais e internacionais. Em 22/11/1981, competindo com 51 produtores e redes de televisão de 22 países – que apresentaram um total de 110 programas – o especial foi premiado com o Emmy de Ouro na categoria Popular Arts, durante a nona edição do Annual International Emmy Awards. O Emmy é considerado o maior prêmio da televisão mundial e é concedido pela National Academy of Television Arts and Sciences. No final de outubro do mesmo ano, o programa havia recebido o Prêmio Ondas, oferecido pela Sociedad Española de Radiodifusión, como melhor programa do ano. Na categoria melhor programa estrangeiro, Vinícius para criança ganhou também o Iris Award, concedido pela Associação de Produtores de Programas de Televisão dos Estados Unidos. Em 1982, a Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) concedeu o prêmio de melhor musical ao programa.

- Vinícius para criança foi doado para a Biblioteca do Congresso norte-americano, junto com outros programas da TV Globo.

- O especial foi reapresentado no dia 29/11/1981.

- Em outubro de 1981, a TV Globo produziu o especial Arca de Noé II.

- Vinícius para criança foi exibido na Dinamarca, em Israel e Portugal.

 

[Fontes: Boletim de programação da Rede Globo, números 404, 464; MEMÓRIA GLOBO. Dicionário da TV Globo, v.1: programas de dramaturgia & entretenimento. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 2003; “Hoje na TV” In: O Globo, 1965-1968; TV Guia, 304; MAIOR, Marcel Souto. Almanaque da TV Globo. São Paulo, Editora Globo, 2006; ARAGÃO, Diana. “Com todo o amor de Vinícius” In: Jornal do Brasil, 10/10/1980; “Vinícius para criança: fantasila solta no vídeo” In: O Globo, 03/10/1980; “Na festa da APCA, centenas de artistas no Municipal” In: Folha de S.Paulo, 17/05/1982; “Arca de Noé ganha novo prêmio nos EUA” In: O Globo, 16/12/1981; “Biblioteca dos EUA terá filmes da Rede Globo” In: O Globo, 26/12/1984.]