terça-feira, 9 de junho de 2009

Como eliminar vírus e cavalos de tróia

Alda Cavalcante Bezerra

Nos últimos dias eles andaram se disseminando nos computadores da escola e de alguns colegas, então vamos aprender um pouco sobre essa praga que vitima milhares de computadores por todo o mundo.

O vírus contamina um computador e pode se espalhar para outros, daí o nome, já que muito se assemelha com os vírus que passam de uma pessoa para outra.

É um código malicioso que para contaminar um computador necessita previamente ser executado, e costuma vir camuflado em algum arquivo aparentemente inofensivo. Ao acessar esse arquivo, o vírus entra em ação e infesta a máquina da vítima.

O vírus normalmente ataca programas, podendo danificá-los, tornando-os inoperantes. Também pode danificar o sistema operacional, impedindo que ele ligue ou desligando-o a todo o momento. Os estragos de um vírus são muito característicos e dependem de seu código, portanto nenhum é igual a outro e podem acarretar problemas diversos de funcionamento.

Seu computador pode ser infectado no momento em que você abre um arquivo duvidoso enviado por e-mail, quando acessa uma página desconhecida ou quando transporta dados de um pc contaminado para um outro. Há vírus que são programados para se tornarem ativos numa determinada data.

A melhor maneira de evitá-los é não abrir anexos de e-mail com a extenção .exe, .src e de fonte duvidosa. É preciso também ter cuidado e acessar somente páginas seguras na internet. Ter um antivírus atualizado ajuda muito, mas não garante total proteção já que a todo momento surgem novas pragas e o antivírus pode não estar preparado para combatê-las.

Como se não bastassem os vírus que destróem arquivos e programas, a máquina ainda pode ser contaminada com os cavalos de tróia. São programas maliciosos que tentam captar senhas e dados principalmente relacionados a contas bancárias.

Mas bem, o seu computador está infestado, e agora, o que fazer?

O procedimento mais fácil é a formatação. Digo, relativamente mais fácil, já que simplesmente elimina-se o problema pela raiz (sem ter que buscar outras alternativas mais demoradas e complexas), assim como todos os seus arquivos armazenados com tanto “carinho”. Se você não tem apego a nada que esteja guardado em seu disco rígido, vá lá e formate de uma vez. Mas, a formatação, como já disse, é o meio mais fácil, mas é usado indiscriminadamente, na maioria das vezes. Usando as ferramentas adequadas esse procedimento é desnecessário e demonstra pouco conhecimento de causa, já que a maioria dos vírus e trojans (cavalos de tróia) podem ser eliminados com programas ou procedimentos específicos. Basta ter paciência e um pouco de conhecimento técnico.

No caso de vírus, a primeira providência é tentar atualizar o antivírus e rodá-lo na máquina. Por que eu disse tentar? Porque em alguns casos o vírus modifica o arquivo executável do antivírus e este não funciona. Mas, é o procedimento usual, então mãos à obra.

Se o antivírus detectar o vírus, selecione a opção remover e execute o procedimento mais uma vez para se certificar que ele foi eliminado.

Nos casos em que o vírus danifica o antivírus, a alternativa que se tem é instalar um outro antivírus (se o vírus deixar) e fazer uma varredura com ele.

Aqui você encontra vários antivírus, escolha os freeware (grátis) e um deles vai resolver o seu problema. Recomendo Avira, AVG, Avast, BitDefender.

Para proteger seu pc dos trojans e spywares, recomendo o SpyBot Search e Destroy. Além de proteger, ele faz uma varredura e elimina muitos cavalos de tróia que invadem seu sistema.

Combofix (O ComboFix é uma ferramenta para retirar arquivos que ameaçam a segurança do computador e se destaca por ser extremamente simples na hora de usar).

MalwareBytes Anti-Malware (O Malwarebytes Anti Malware é um programa que varre o sistema em busca de arquivos malwares, eliminando-os facilmente).

Kaspersky Vírus Removal Tool - É uma poderosa ferramenta desenvolvida pela Karpersky que elimina vírus e trojans que mesmo os antivírus não conseguem resolver. Não é necessário instalar, basta rodar o executável, selecionar as áreas que deseja examinar e ele fará uma varredura bastante eficaz.

KillBox – um programa para ser usado com precaução, mas muito eficiente para eliminar aqueles programas maliciosos que insistem em voltar ou se negam a serem eliminados. É necessário saber o nome dos arquivos a serem deletados.

Bem, com sorte muitos problemas podem ser resolvidos nas primeiras tentativas. Em alguns casos mais extremos é necessário entrar em modo de segurança, etc, etc… mas a explicação teria de ser muito minuciosa e já estou tomada pelo sono. Então se você não der jeito mesmo, procure um especialista e ele com certeza vai resolver o seu problema, quer dizer, o problema do seu computador.