sábado, 1 de agosto de 2009

TIC en el Aula de Educación Especial: "Estimular para Crecer" - 1ª Edición

Por Alda Cavalcante Bezerra

TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) na aula de Educação Especial: “Estimular para crescer” – 1ª Edição

Para tornar produtiva as “férias forçadas”, vou iniciar um curso à distância de TIC nas aulas de Educação Especial. O curso é argentino e tem participantes de diversas partes do mundo. A proposta é orientar o trabalho de tecnologia (informática) com alunos portadores de necessidades especiais.

A informática oferece muitas condições para que o aluno portador de necessidade especial desenvolva sua aprendizagem. Há softwares elaborados para promover a acessibilidade destes usuários, dando-lhes maior autonomia.

Acredito que este curso deva ser bastante interessante e estou animada em fazer um curso em espanhol. Será uma oportunidade para aprender um pouco a língua.

Quem desejar se inscrever, clique na imagem abaixo e será direcionado para o site. No botão “inscribirse al curso” você faz sua inscrição.

Tradução:

Este módulo introduz vários recursos digitais que permitem aos nossos alunos, principalmente as crianças que têm plurideficiências, desenvolver diferentes funções cognitivas e sensoriais. Propor a criação de atividades adaptadas às necessidades complexas que possam surgir.
Também conheceremos um software sintetizador de voz, especialmente útil para trabalhar com alunos com deficiência visual. Irá proporcionar ferramentas de acessibilidade  que permitem aos alunos que apresentam dificuldades de utilizar o mouse convencional, quer devido à sua deficiência motora ou cognitiva: botões virtuais.


Público: Professores de Educação Especial e afins.
Duração:
4 semanas.
Início do Curso: 4 de agosto de 2009.
Inscrições: a partir de 21 de julho de 2009.
Carga Horária: 30hs.
Coordenação Pedagógica: CARE

“Volta teu rosto sempre na direção do sol, e então, as sombras ficarão para trás.”
Sabedoria oriental

Postar um comentário

Gostou do blog? Alguma informação foi útil para você? Deixe seu comentário para que eu possa melhorá-lo ainda mais.