quarta-feira, 29 de junho de 2016

COMO DANÇAR QUADRILHA



Organizei esse artigo sobre passos de quadrilha, pois tive uma certa dificuldade de encontrar o roteiro numa só página. Compilei meus achados e montei uma quadrilha cujos passos formaram uma sequência bem “dançável”, ou seja, quando um passo termina já encaixa no outro sem muita variação na organização anterior. Essa sequência foi ensaiada, apresentada e deu tudo certo. É simples, compacta, recomendada para crianças do 4º ou 5º ano.
Abaixo disso é por sua conta e risco, rs.

ANTES DE COMEÇAR A ENSAIAR A QUADRILHA

- Selecione a música. Vou dar duas sugestões, vide vídeos abaixo:

Quadrilha tradicional


Quadrilha de Luiz Gonzaga (gosto mais dessa)

- Forme os pares;
- Escolha um par para serem os noivos.

Estou esmiuçando para tentar ficar o mais fácil possível para quem nunca organizou uma quadrilha e não se lembra muito bem como se faz. Se não é seu caso, vá pulando uns trechos e indo direto ao que veio buscar.

- Antes de começar a quadrilha, é importante fazer umas demarcações de espaço no local onde será realizada a apresentação.
- Com os pares formados, vá para o local e com giz ou fita crepe trace as seguintes marcações:
  • uma linha central;
  • duas linhas paralelas à linha central.

Algo como na imagem abaixo. A distância entre uma linha e outra pode equivaler a dois passos largos.
clique para ampliar

Para que as linhas? Para facilitar a organização da dança nos passos 2 até 12. 

Peça para que todos os participantes façam uma grande roda e trace o contorno do círculo no chão. Para que isso? Para que os participantes possam se orientar durante o grande passeio, sabendo o caminho por onde deverão percorrer. E também nos passos 14, 15 e 19.

Com as linhas e o círculo, as marcações ficarão mais ou menos parecidas com isso:

Depois que pegarem os passos e a noção espacial, os traçados são dispensáveis. 
A quadrilha tem muitos passos, a que está descrita aqui é um compacto com alguns que mais gosto, ou, simplesmente, os que considero mais fáceis para serem executados por uma turma de crianças. 

 Resumo dos passos da quadrilha:


1.    Segue o passeio.
2.    Damas pra um lado e cavalheiros pro outro.
3.    Cumprimento de damas.
4.    Anarriê.
5.    Cumprimento de cavalheiros.
6.    Anarriê.
7.    Cumprimento geral.
8.    Anarriê.
9.    Balancê.
10. Tour.
11. Anarriê.
12. Galope.
13. Segue o passeio.
14. Voa borboleta.
15. Voa gavião.
16. Segue o passeio.
17. Túnel do amor.
18. Segue o passeio.
19. Caminho da roça.
20. Caracol.
21. Grande roda.
22. Damas ao centro.
23. Cavalheiros coroar damas.
24. Damas coroar cavalheiros.
25. Reformar a grande roda.
26. Noivos ao centro.
27. Os vivas.
28. Grande baile.
29. Troca de pares.
30. Segue o passeio e despedida.

Narração da quadrilha com descrição dos passos entre parêntesis


Vamos começar a quadrilha, pessoal!
1.    Passeio dos namorados (os pares entram de braço dado e seguem andando um atrás do outro em formato de círculo, a dama fica pro lado de dentro do círculo que vai se formar).
2.    Damas pra um lado e cavalheiro pro outro. (ao comando, os casais se separam num ponto demarcado – e seguem andando pelo centro da roda, os cavalheiros vão para um lado e as damas para o outro, ficando duas fileiras, uma de frente para outra).
3.    Preparar para o cumprimento de damas. (quando se diz “preparar” é uma instrução para o passo que vem a seguir. Esse comando alerta os dançarinos para ficarem aguardando o momento de executarem os passos). Damas, cumprimentar cavalheiros. (a fileira das damas caminha até chegar próxima da fileira dos cavalheiros e fazem o cumprimento)
4.    Anarriê (esse comando significa retornar aos seus lugares).
5.    Preparar para o cumprimento dos cavalheiros. Cavalheiros cumprimentem suas damas.( desta vez, a fileira dos cavalheiros vai ao encontro das damas para cumprimentá-las fazendo reverência com seus chapéus)
6.    Anarriê (cavalheiros voltam aos seus lugares)
7.    Preparar para o cumprimento geral. (damas e cavalheiros vão uns ao encontro dos outros, ao comando JÁ!  mantendo o alinhamento das fileiras e se cumprimentam).
8.    Anarriê (todos voltam aos lugares)
9.    Preparar para o balancê. (as duas fileiras caminham uma de encontro à outra, os pares dão as mãos e ficam balançando).
10. Tour! ( ao ouvirem esse comando, de mãos dadas os pares dão uma volta de 180 graus e voltam à posição inicial. Esse passo é sequência do balance. Estão “balanceando” e ao ouvirem “tour” dão a volta)
11. Anarriê (todos voltam aos lugares)
12. Preparar pro galope (mantendo a mesma posição das fileiras, ao ouvirem GALOPAR! os noivos iniciam o galope. Eles se encontram no meio das fileiras, dão as mãos e saem “trotando”, já vão se organizando para seguir o passeio) Há outra variação do galope, quando dois casais se cruzam no meio e cada par segue para um lado. Fizemos o mais simplificado. Mas, se tiver tempo hábil de ensaio fica mais interessante.
13. Segue o passeio.
14. Damas, preparar pra trocar de cavalheiro. (Nesse passo, ao comando as damas deixarão seu cavalheiro e passarão para o cavalheiro da frente até voltarem aos seus pares) – Comando: Voa borboleta! (e segue dizendo: de novo, outra vez, mais uma vez, pergunta se já chegaram ao par e retoma as falas iniciais: voa borboleta, de novo, outra vez, mais uma vez – e assim sucessivamente até retornarem ao par).
15. Cavalheiros, preparar pra trocar de dama (Voa gavião é o comando) – igual ao anterior, mas desta vez é o cavalheiro que vai para frente. Também vá repetindo:voa gavião, outra vez, de novo, mais uma vez, já chegaram?, sucessivamente)
16. Segue o passeio.
17. Preparar pro túnel do amor. (nesse passo os noivos param e dão as mãos- um de frente para o outro – o par que vem logo atrás passa por baixo e continua formando o túnel e assim por diante até que o túnel esteja completo. Estando completo, é dado o comando: Segue o passeio! – e os noivos passam por baixo do túnel, seguido pelos demais casais.
18. Vamos continuar o passeio.
19. Preparar para o caminho da roça, damas na frente do cavalheiro. (após esse comando, formam uma grande fila segurando no ombro uns dos outros). Olha a chuva! – levantam a mão sobre a cabeça para se protegerem, saltam e viram no sentido contrário. É mentira – saltam para o lado contrário. A ponte caiu/ Já consertaram. Olha a cobra/ é mentira (são outros comandos)
20. Vamos preparar pro caracol (o que era uma fila se transforma numa grande roda, é só virarem para dentro e darem as mãos. A noiva puxa o caracol por dentro da roda. Quando estiver pronto, o comando é “desfazer o caracol” e a noiva desfaz o caracol. É importante não soltarem as mãos.
21. Vamos formar a grande roda (gira pra direita, gira pra esquerda)
22. Damas ao centro (as damas vão para o centro e formam uma roda. Os cavalheiros por sua vez, se mantém na roda do lado de fora. Dá-se os comandos: girem pra direita, girem pra esquerda, damas giram pra um lado e cavalheiro pro outro)
23. Cavalheiros preparar pra coroar damas. Nesse passo, os cavalheiros vão se posicionar próximos de suas damas, de modo que ao ouvirem o comando: Coroar, passam os braços por cima delas e ficam todos acorrentados. Dá-se comando: gira pra direita, gira pra esquerda, descoroar - estes comandos são dados com uma pausa entre um e outro)
24. Damas coroar cavalheiros.(dessa vez, das damas coroam os cavalheiros). Descoroar.
25. Reformar a grande roda. (as damas e os cavalheiros dão as mãos e reformam a grande roda.
26. Noivos ao centro. (os demais permanecem na formação da roda, sempre girando enquanto os noivos caminham para o centro da roda e começam a dançar)
27. Viva os noivos, viva santo Antonio, viva são João, viva são Pedro. (a cada pronunciamento das vivas - cada uma é dita separadamente - a roda caminha para o centro, em direção aos noivos, de mãos dadas, sem soltarem levantam as mãos e gritam Viva! Retornam à formação da roda)
28. Hora do grande baile/ troca de par. Todos os pares iniciam um grande baile, dançando em pares. É dado o comando para troca de pares - quantas vezes quiser.
29. Cada um volta com seu par. Cada participante procura pelo seu par e segue dançando o baile com ele.
30. A festa “ta” muito boa, mas é hora de ir embora. Segue o passeio e vamos nos despedir do pessoal. Os participantes vão dando os braços e seguindo o passeio. Os homens tiram o chapéu para despedir do público e as meninas sacodem seus lencinhos (opcional, podem dar xau com as mãos mesmo).

E é mais ou menos assim. Com apenas esses passos é possível realizar a quadrilha em 20 minutos ou até meia hora. Depende do ritmo que o narrador desejar.
É interessante "acaipirar" a maneira de narrar a quadrilha. E, com criatividade, pode-se fazer montagens e inventar uma quadrilha maluca introduzindo outras músicas pelo meio. Enfim, a criatividade pode rolar livre e solta.
Bom "arraiá pro cêis"!

Baixe o arquivo do word com os passos da quadrilha. Clique aqui.
Baixe o mp3 da quadrilha de Luiz Gonzaga. Clique aqui.




Postar um comentário

Gostou do blog? Alguma informação foi útil para você? Deixe seu comentário para que eu possa melhorá-lo ainda mais.